“O Programa de Estímulo à Conformidade Tributária dá as ferramentas para que o fisco saia do paradigma de repressão e passe ao paradigma de prestação de serviço público e de orientação”, diz o presidente da Associação dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo (Afresp), Rodrigo Keidel Spada, sobre a iniciativa aprovada no início de abril pela Assembleia Legislativa. A declaração foi publicada pelo site JOTA, desta segunda-feira (14).

Spada ainda afirma que a medida é considerada parte do processo de ruptura ao modelo punitivo de lavraturas de auto de infração e, dessa forma, essencial para quebrar antigos estigmas. “A classe acaba sendo vista como carrasca e algoz pela sociedade, devido à legislação tributária complexa”, afirmou o representante.

Confira aqui a reportagem completa sobre o Programa “Nos Conformes”, divulgada pelo site JOTA.