Em contribuição enviada à Plataforma Colaborativa do VIVA, o diretor de Assuntos Estratégicos e Comunicação relembrou a experiência pioneira idealizada no início dos anos 90. Tratava-se da Operação Consenso, uma técnica alternativa de operação fiscal que integrava metodologia de medição de gap tributário, critérios objetivos de seleção de contribuintes, além de pressupostos e lógica de organização de trabalhos inovadores.

O artigo propõe discorrer historicamente a degradação estrutural por qual passou essa Operação até os dias de hoje. “Nas vezes em que sua metodologia é adotada, nota-se que a origem vem de um automatismo acrítico, que não percebe o quanto alguns de seus pressupostos perderam sustentação”, escreve Lobato.

Segundo ele, a Operação é um dos casos práticos de como a degradação do ICMS afeta a administração tributária em todas as suas vertentes. Confira artigo na íntegra: http://movimentoviva.org.br/proposta/operacao-consenso-25-anos-depois/ (necessário logar no sistema)